top of page
  • Foto do escritorCamille Holmer

Como Superar Medos na Liderança Através do Autoconhecimento?


Empresário de barba pensativo sentado à mesa

Minha rotina é conversar diariamente com profissionais que ocupam posições de destaque e liderança em suas organizações. Muitos deles me confidenciam suas inseguranças e receios, confessando sentir medo em diversos momentos na sua atuação profissional. Eles mencionam o temor de fracassar ou de não dar conta, a ansiedade em relação à tomada de decisões, o pavor diante da possibilidade de falência, e até mesmo o medo de perder o respeito e a estimativa de suas equipes.


Percebo que esses sentimentos impactam diretamente na maneira com que estes líderes conduzem suas equipes, se comunicam e tomam decisões. Estes medos, muitas vezes, são frutos de crenças limitantes formadas ao longo de suas trajetórias, que permanecem sendo reforçadas com cada nova experiência, diálogo ou situação vivenciada que cause desconforto e provoque aquele diálogo interno dizendo, pra si mesmo: “eu já sabia que daria errado”.


Tais medos moldam nossos mapas mentais e influenciam nossas respostas a estímulos externos, levando-nos, em muitos casos, a replicar comportamentos previamente aprendidos e a obter resultados que são muito aquém daqueles que gostaríamos de ter.


Estar na liderança é um desafio constante. Requer um investimento significativo em autoconhecimento, pois é somente por meio desse processo de compreensão de si mesmo que podemos enfrentar nossos medos, reconhecer nossas fortalezas, entender nossas limitações e identificar oportunidades de crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional.


O autoconhecimento surge como uma ferramenta essencial para desbloquear medos e inseguranças. Para alcançá-lo, é necessário coragem para se autoanalisar de maneira franca e aberta, reconhecendo tanto os pontos fortes quanto as fragilidades.

Liderar implica também em quebrar paradigmas e estar constantemente aprendendo e se adaptando. E um deles que precisamos quebrar é que sim, podemos pedir ajuda.


O aprendizado aprimorado e a busca por auxílio profissional, seja por meio de terapias, mentoria ou coaching, são essenciais para guiar os líderes em suas jornadas profissionais.

Pedir ajuda traz benefícios inestimáveis. O apoio aos profissionais como terapeutas, mentores, coachings podem oferecer insights valiosos, encurtar caminhos e contribuir significativamente para seu desenvolvimento pessoal e profissional.


Reconhecer que estamos somos pessoas em constante transformação e aprendizado e que está tudo bem errar, pedir ajuda, aprender e mudar é o primeiro passo para enfrentar os medos que nos preocupam. Pense nisso!


Camille Holmer - Fundadora da Priorize Gestão Estratégica de Pessoas

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page