top of page
  • Foto do escritorCamille Holmer

Indo trabalhar na força do ódio: Saiba como a insatisfação dos profissionais com seu trabalho cresce nos últimos anos


Homem tentando arrancar sua gravata

Essa foi a legenda da foto que um gestor postou em suas redes sociais. 


A insatisfação com o trabalho é uma realidade crescente no mundo todo. Uma pesquisa realizada pelo Linkedin, aponta que 60% dos profissionais estão insatisfeitos e querendo procurar outra oportunidade. Porém, quando questionados se já estão fazendo alguma coisa para mudar a realidade, apenas 20% afirmam já estarem iniciando o movimento. 

Isso mesmo, apenas 20%. O que noto no dia a dia nas empresas é que a insatisfação com o trabalho geralmente traz consigo uma insatisfação com relação ao momento de vida.

Independente do motivo que leva a pessoa a pensar em mudar de emprego a possibilidade de uma vida diferente já é suficiente para gerar expectativa, ansiedade e reflexão, o que pode ser ótimo, se a pessoa realmente está disposta a tomar uma atitude e mudar e, pode ser péssimo, se a decisão for ficar e reclamar.

 

Sim, tomar uma decisão e agir com base nela é o fator de virada nessa história toda, mas porque as pessoas não decidem ou pior, decidem continuar com o incômodo, infelizes e reclamonas? Para mim fica cada vez mais claro que fazer escolhas faz com que as pessoas percebam o quanto a vida profissional e a felicidade no trabalho depende mais delas do que da empresa onde estão trabalhando.


Tomar as rédeas de nossa vida profissional e de nossa felicidade traz consigo a responsabilidade de ser protagonista e responsável pelo sucesso ou fracasso de nossas carreiras. É claro que a empresa contribui muito para isso, tendo um ambiente que propicia a criatividade e produtividade, uma cultura organizacional diversa e inclusiva e líderes inspiradores, mas, perceba que até isso depende de uma escolha do sujeito. Isso mesmo, você não leu errado, trabalhar numa empresa boa depende muito de você.


 Afinal, somos nós que dizemos sim as propostas e condições de trabalho e somos nós que aceitamos as situações que a empresa nos impõe e decidimos todos os dias levantar, colocar o crachá e fazer parte daquela rotina. 


Pense nisso. Quais tem sido as suas escolhas?


Camille Holmer

Mentora de Líderes e CEO da Priorize Gestão Estratégica de Pessoas


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page